quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Juve terá a chance de jogar a final da Champions "em casa"


Como já era esperado a UEFA confirmou que a final da Champions League em 2016 será no San Siro/Giuseppe Meazza em Milão.

Muitos já davam como certo o local, mas nessa quinta-feira veio o anúncio oficial.

O estádio dividido pelos rivais Milan e Internazionale já recebeu a final da UCL em 1965, 1970 e 2001. 

Será a nona vez que a final da maior competição europeia de clubes se realizará na Itália. A última vez que a decisão da Champions ocorreu na Itália foi na temporada 2008/09 no Olimpico de Roma, onde o Barcelona se deu melhor sobre o United.

O mesmo Olímpico de Roma viu a última conquista europeia da Velha Senhora em 1996. A Juventus foi o último clube a conquistar a Champions jogando a final no seu país. Que a história se repita!


segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Benitez é o técnico mais bem pago da Serie A

Não só o salário dos jogadores, a Gazzetta também listou os salários dos técnicos da Serie A. Rafael Benítez, do Napoli, é o mais bem pago, o bianconero Allegri ficou em 4°. Destaque para Conte, que na seleção tem o maior salário.


Gazzetta divulga a folha salarial da Serie A

Como faz a cada temporada a Gazzetta dello Sport divulgou a folha salarial dos 20 clubes da Serie A.

Com rendimentos na base de 4,5 milhões de euros por temporada Tevez tem o maior salário na Juventus e o terceiro da Serie A, ficando atrás apenas de De Rossi e Higuain, que recebem 6,5 e 5,5 milhões de euros/temporada respectivamente.

A Juventus é o clube com a folha salarial mais alta na Serie A. Confira os números a seguir:





segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Não se janta com 10 euros num restaurante que a conta fica 100

A frase que dá o título a esse post foi dita por Antonio Conte no final da temporada passada quando perguntado sobre suas expectativas para a próxima Champions League.

A resposta de Conte explica as frustrações com Sanchez e Falcao, principais especulações nessa janela de transferências, e ajuda a entender a postura da Juventus no mercado.

O planejamento elaborado por Andrea Agnelli, Marotta e equipe segue rigidamente diretrizes orçamentárias e termos de responsabilidade fiscal, o dito Fair Play Financeiro. O clube funciona como uma empresa e no final da temporada não basta pagar suas contas, tem que ter lucro. Isso, somado a outros fatores, não permite uma postura mais agressiva da Velha Senhora no que tange a transferências.

O último caso do mercado, envolvendo Falcao Garcia, serve de exemplo. A proposta da Juventus era de 8 milhões pelo empréstimo e 5M de salários, um negócio que envolvia 20 milhões de euros bruto. Por um momento a proposta da Juve foi a única que sobrou na mesa, Real e City impossibilitados pelo Fair Play financeiro já haviam desistido, até que o United apareceu com quase o dobro oferecido pela Juventus.

A proposta dos ingleses era exatamente a contraproposta que havia sido feita para a Juve, que já tinha decidido que não aumentaria um euro sequer na negociação. Por 12 milhões pelo empréstimo mais 12 de salários, o mesmo que ele recebia no principado, Falcao ficou com o United. A diferença para a proposta da Juve parece pouco, mas no total o United gastará 36 milhões de euros no negócio, incluindo taxas e tributação.

O que aconteceu nessa janela de transferências com certeza foi um dos motivos que fez Conte abandonar seu cargo.

O mercado da bola está inflacionado e quem segue seu orçamento e diretrizes de responsabilidade fiscal a risca paga o preço.

Onze bianconeri com suas seleções

São onze os jogadores da Juventus convocados para suas seleções para a próxima data FIFA. Os bianconeri estarão em campo em amistosos, eliminatórias para a Euro16, Copa das Nações Africanas e Euro sub-21.

Os convocados:

Itália: Buffon, Chiellini, Bonucci, Marchisio e Giovinco.
Gana: Asamoah.
Chile: Vidal.
Suíça: Lichtsteiner.
França: Evra e Pogba.
França sub-21: Coman.

Colaboradores